No nosso blog normalmente escrevemos sobre curiosidades e assuntos relacionados a canabis, mas nós também queremos conscientizar cada vez mais nosso público, seja relacionado à canabis, como no blog de uso medicinal, ou a outros assuntos importantes de nossas vidas, como o meio ambiente.

Como o Leopoldo foi para a Austrália para o dia dos pais, nada mais justo que apontarmos alguns problemas que estão acontecendo lá para a conscientização de todos, afinal cada um fazendo sua parte podemos fazer a diferença que o mundo precisa atualmente. 

O aquecimento global não é mais uma discussão se está ocorrendo ou não. Esse ano, principalmente, diversos acontecimentos evidenciaram que por conta da exploração desenfreada de recursos a temperatura no nosso planeta vem aumentando com o passar das décadas. Diversas reportagens nos últimos meses, como picos de temperatura na Austrália que causaram diversos incêndios florestais, o mesmo ocorreu no Canadá, Grécia e Turquia recentemente, onde diversas pessoas tiveram que deixar suas casas por conta de incêndios. Veja abaixo um gráfico que mostra o aumento da temperatura até o ano de 2016, é algo preocupante!

Mas não são só as florestas que vêm sofrendo com o aumento de temperatura, os oceanos também são prejudicados, e desde plantas marinhas até as mais diversas espécies de peixes também são afetados. Entre os mais prejudicados estão os corais, criaturas que são base de todo um ecossistema e abrigam bilhões de formas de vida por todo o planeta.

Localizado na Austrália, A Grande Barreira de Corais (Great Barrier Reef), pode ser considerado um dos maiores organismos vivos da Terra, tendo uma extensão de 2.300 km e mais de 600 tipos de corais além de abrigar uma inúmera quantidade de peixes. O visual é algo deslumbrante, na imagem abaixo podemos ver a grande quantidade de vida e cores mostra um ecossistema de corais saudáveis. 

Infelizmente os corais são uns dos seres vivos que mais sofrem com o aumento da temperatura da água. Com a menor das alterações os corais não resistem e acabam morrendo, e consequentemente não se reproduzem. Isso afeta todo o ecossistema que depende também desses corais, as imagens em comparação são devastadoras. É clara a mudança da foto abaixo, a falta de cores e de vida mostram quanto estamos afetando a vida marinha da região, e isso pode ser replicado para grande parte do mundo. 

Segue aqui uma recomendação de documentário que explica muito bem como os corais vem sendo afetados ao longo dos anos, chamado “Em busca dos corais” , uma produção da Netflix que ajuda a entender melhor e de forma mais fácil e visual o que estamos abordando aqui. A produção ganhou o Emmy de melhor documentário sobre natureza de 2018. O Netflix disponibilizou o conteúdo gratuitamente no seu canal do Youtube para que mais pessoas tenham acesso a essas informações. 

Mas o que podemos fazer para ajudar ?

Podemos colocar algumas formas de que você pessoalmente pode ajudar, como utilizar transportes que sejam menos danosos ao ambiente (como bicicleta e transportes coletivos), a reciclagem de produtos, a diminuição do consumo de carne, entre outros. Apesar de ajudar essas ações ajudam de forma irrisória, pois as principais emissoras de gases são as grandes indústrias e para que elas mudem é necessária uma mudança nas políticas de emissão de gases.

Encontros políticos estão sendo feitos e diversos países começam a aderir as regras do Acordo de Paris de 2015, entretanto precisamos que essa adesão seja feita de forma mais rápida e contundente. Nele algumas metas foram traçadas. As principais são:

  • Reduzir as emissões de gases de efeito estufa em 37% abaixo dos níveis de 2005, até 2025.
  • Em sucessão, reduzir as emissões de gases de efeito estufa em 43% abaixo dos níveis de 2005, até 2030.

Cabe a nós então pressionar nossos representantes para que leis mais rígidas de emissão de gases sejam colocadas em pauta e aprovadas. Como sabemos nesses últimos tempos o Brasil vem na contramão de qualquer lei de preservação ambiental e esperamos que isso mude.

Nós do THClub presamos sempre para, além de conscientizar, também praticar aquilo que tanto falamos, nossas embalagens e caixas são feitas de material reciclável, além de reciclarmos todos os excedentes de nossa produção.

Esperamos que gostem desses novos conteúdos, fiquem a vontade para nos sugerir novos temas para serem abordados aqui. Qualquer contribuição é sempre bem-vinda para a discussão do tema.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.