COMO ARMAZENAR SUA COTA – DICAS

Salve família! Mais um post nesse blog tão amado hehe e hoje vamos de dica ein.

Como qualquer matéria orgânica, a maconha sofre oxidação, ou seja, passa a se decompor. Com isso, as características da matéria são afetadas, mais especificamente os terpenos e canabinóides, que são os responsáveis pelo odor e sabor e efeitos medicinais e psicoativos, respectivamente. Por isso é super importante que o armazenamento das cotas seja feito da maneira correta. Caso contrário a qualidade da erva será afetada e poderá até criar mofos, que são muito prejudiciais à nossa saúde.

Como a maioria dos maconhistas pegam uma cota que dure pelo menos umas 2 semanas, o mês inteiro ou até mais, deve-se tomar esses cuidados. Além disso, muitas pessoas pegam mais de um tipo de ganja, sendo necessário um armazenamento separado para cada um dos tipos, para que não haja uma mistura nos sabores e odores.

Enfim, bora para as dicas!

A decomposição é um processo que é influenciado por alguns fatores, entre eles estão a presença de oxigênio, luz, calor e umidade. Esses 4 fatores são os maiores inimigos no armazenamento e devem ser evitados.

Potes de vidro são os melhores para qualquer tipo de armazenamento, pois são inertes e não biodegradáveis. O ideal é utilizar os potes que possuem tampa com fechamento de forma hermética, para evitar que o ar entre, e que tenham vidros opacos, âmbar, cores escuras ou potes UV, para que a luz não entre. Caso não encontre ou não consiga comprar um pote desses, fique tranquilo! Você pode usar potes de vidro comuns, o importante é tentar vedar ao máximo e manter guardado em local escuro.

Potes de vidro UV

Outro material muito bom para guardar sua cota é o pote de aço inoxidável com tampa hermética. Esse material, assim como o vidro, é inerte e impermeável. Ou seja, não deixa que o ar, luz e umidade penetrem.

Potes de aço inoxidável

Um material super comum na estocagem é o plástico, pois é barato, fácil de encontrar e evita que o cheiro saia. Porém não é indicado o uso de plásticos, principalmente os sacos do tipo Ziploc. Os plásticos são materiais frágeis que podem rasgar ou quebrar e podem até ser degradados pela própria erva, pois a cannabis é levemente ácida e lipofílica. Além disso, o plástico não é um material inerte, podendo interagir com a ganja, e é permeável, deixando o ar e a umidade penetrar.

Sacos plásticos tipo Ziploc

Lembrando que as dicas valem tanto para flores quanto para os hashs. E em todos os casos deve-se evitar o calor e a umidade também! Você deve guardar em locais frescos e secos. Para controlar melhor a temperatura pode utilizar controladores de umidade para melhorar ainda mais o armazenamento. Outra coisa super importante é realizar a higienização do material utilizado para a estocagem. A higienização evita qualquer tipo de contaminação que possa fazer com que o processo de degradação ocorra. Para isso, aconselha-se lavar apenas com água quente e sal grosso, para que substâncias como o sabão, por exemplo, não fique presente e interfira na qualidade da erva.

Controlador de umidade

CIÊNCIA E MACONHA – CARL SAGAN

A associação do uso de maconha com pessoas mal sucedidas já é comprovadamente um mito. Diversos empresários, cantores, cientistas e atletas bem sucedidos já afirmaram

Read More »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.